Ouvidoria

Ouvidoria

 

Sobre a Ouvidoria

 

Serviço de atendimento a questões que envolve sugestões, críticas, dúvidas e reclamações relacionadas ao funcionamento e aos serviços prestados pela Faculdade Cidade de Coromandel. E para entrar em contato Clique aqui.

 

O que é Ouvidoria

 

A ouvidoria da Faculdade Cidade de Coromandel - FCC foi criada em Junho de 2008 a partir da Resolução de 26 de Maio de 2008, que regulamenta a composição e estabelece a competência da ouvidoria na Faculdade Cidade de Coromandel  e tem por finalidade ser um canal de comunicação entre a comunidade interna e externa   junto aos órgãos competentes.

 

A ouvidoria é responsável por receber manifestações e avaliar a procedência de  reclamações, denúncias, elogios, críticas e sugestões quanto aos serviços e atendimentos prestados por esta Instituição, dando encaminhamento aos seus setores e órgãos competentes.

 

O ouvidor tem como função ser um representante do acadêmico, do docente e do técnico-administrativo, junto a Instituição de Ensino Superior. Podendo atuar na prevenção e solução de conflitos, com independência e autonomia.

 

A Faculdade Cidade de Coromandel tem como objetivo aprimorar e crescer cada vez mais, aperfeiçoando os serviços prestados à comunidade acadêmica e a sociedade em geral.
Participe!

 

Deveres e Funções

 

Cabe à Ouvidoria da Faculdade Cidade de Coromandel como órgão mediador entre a instituição e a comunidade interna e externa, avaliar a procedência de consultas, denúncia e reclamações, bem como sugestões, com possibilidades de aproveitamento, encaminhando-as às instâncias competentes, ou diretamente à Direção da Instituição, com vistas:

 

  • a melhoria da qualidade dos serviços e atendimentos;      
  • a percepção de toda e qualquer fragilidade com relação aos serviços e atendimentos pessoais, com o objetivo de correção da trajetória, tendo em vista uma atuação mais eficaz e transparente;
  • a apuração de atos de improbidade e de ilícitos administrativos e acadêmicos, objetivando a correção e a melhoria dos quadros profissionais da Instituição;
  • a criação de uma cultura de prevenção de desvios incompatíveis com o direito á informação e á qualidade na prestação de serviços e atendimentos pessoais, como determina a lei;
  • a proteção dos direitos dos usuários, tendo em vista as preocupações sociais e democráticas que nos encaminha á percepção das diferenças, das divergências de pensamentos e opiniões, gerando discussões que levem a atitudes de correção e aperfeiçoamento das relações acadêmicas e institucionais, como prática de cidadania e avanço institucional.

Newsletter