Notícia

RELEVÂNCIA DO DIÁLOGO ENTRE PAIS, MESTRES E ALUNOS NA PREVENÇÃO DA GRAVIDEZ NÃO PLANEJADA

Data:11 de junho de 2018 às 13:45

Dione Cristiane da Silva

Gema Galgani da Fonseca

Mersone de Fátima Castro

Luciel Ervite

Luciana de Araújo Mendes Silva

 

RESUMO

 

A quantidade de casos de gravidez na adolescência tem aumentado, consideravelmente, e trazido diversas consequências aos adolescentes. Isso, muitas vezes, ocorre por falta de diálogo. Diante dessa problemática, o presente trabalho, realizado na forma de revisão da literatura, teve como objetivo conhecer os benefícios que o diálogo entre pais, mestres e alunos pode trazer na prevenção da gravidez não planejada. O estudo evidenciou que a adolescência é um período de transição marcado por diferentes descobertas, mudanças, conflitos e novas experiências; dentre as quais se destacam aquelas relacionadas à vivência da sexualidade que, muitas vezes, acontece de forma prematura e inconsequente, podendo ocasionar uma gestação não planejada. Diante desse fato, depara-se eminentemente com as mães  jovens e que ainda não têm condições financeiras e psicoemocionais de criar uma criança sendo que, algumas são obrigadas a alterar seus projetos de vida e até abandonar os estudos, pois precisam trabalhar para sustentar os filhos. A pesquisa mostrou que, além dessa mudança marcante, as consequências desse tipo de gravidez englobam tanto os aspectos físicos quanto sociais e psicológicos. A literatura apontou que o diálogo sobre a temática em questão deve partir da família, que é o grupo primário de todo indivíduo e que deve ter como autocompromisso a responsabilidade de esclarecer e propiciar um ambiente de receptividade no trato com as angústias que vão se revelando com o Adolescer, processo inevitavelmente gerador de muitas crises para o ser humano. É nela que se espera e se vislumbra a existência de uma relação de confiança e, ao mesmo tempo, de partilha sobre a importância da vivência responsável da sexualidade. Porém, como o adolescente passa grande parte de seu tempo na escola e esta apresenta a função de educar para a vida, cabe aos professores também o dever de estarem atentos aos sinais da juventude e de dialogar com os alunos orientando-os em relação à  necessidade de condução adequada dos desejos sexuais e de prevenção de gravidez não planejada.

 

Palavras-chave: Adolescência. Sexualidade.  Gravidez Precoce. Diálogo. Prevenção.

Download do artigo completo.

Newsletter